29/11/2017


Zagueiro, de 23 anos, tem vínculo com o Coelho até dezembro de
2018; diretoria quer manter percentual em caso de transferência

Vinícius Dias

Um dos destaques do setor defensivo do América, vazado apenas 25 vezes em 38 rodadas e novo recordista da Série B nos pontos corridos, Messias conquistou espaço no mercado definitivamente. Conforme o Blog Toque Di Letra apurou, o zagueiro é alvo de Corinthians, que o monitora desde julho, e Palmeiras para 2018. O prata da casa disputou 32 jogos e marcou um gol na campanha do bicampeonato da divisão de acesso.


O interesse dos clubes paulistas já é assunto no Coelho. Fontes ligadas ao staff de Messias também se mostram cientes, inclusive revelando que houve contatos preliminares com Corinthians e Palmeiras. Até o momento, no entanto, a cúpula alviverde não recebeu proposta oficial pelo zagueiro, de 23 anos. "Não chegou nenhuma, de ninguém", garantiu, na tarde dessa terça-feira, o presidente Alencar da Silveira Júnior.

Messias: 47 jogos e três gols neste ano
(Créditos: Carlos Cruz/América FC/Divulgação)

Detentor de 70% dos direitos econômicos, o América dificilmente negociará toda sua fatia, visando lucro futuro - os outros 30% pertencem à empresa Sports Winners Management. Nos bastidores, a venda do atacante Richarlison para o Fluminense, no fim de 2015, é tratada como exemplo. Consultado sobre a intenção de costurar acordo semelhante em uma eventual transferência do camisa 4, Alencar foi taxativo: "lógico".

Investimento em torno de € 2 mi

Richarlison deixou o Coelho após o acesso à Série A de 2016 por cerca de R$ 10 milhões. À época, o clube manteve 20% dos direitos, que rendera mmais € 2,5 milhões na recente ida para o Watford. Joia do momento, Messias tem contrato apenas até dezembro de 2018. Entre os interessados, a avaliação é de que para tirá-lo do América seria necessário fazer um investimento em torno de € 2 milhões, cerca de R$ 7,6 milhões.

Um comentário:

  1. Espero que o Coelho não desfaça de td time , pq senão será difícil manter na série A. Queremos nos manter na elite !

    ResponderExcluir