27/07/2013

Horizonte azul celeste

Douglas Zimmer

Prontos para mais um clássico ou prontos para mais um jogo como outro qualquer? O Cruzeiro parece ter criado raízes na parte de cima da tabela e não deve mais sair daquela zona até o fim do campeonato. É muito cedo para dizer isso, mas a sequência que se iniciou contra o São Paulo e termina ante o Coritiba era vista como fundamental mesmo antes do Campeonato Brasileiro começar e, agora, isso está mais claro que nunca.

Depois de tirar a barriga da miséria na última rodada, voltamos nossas atenções para o Atlético-MG e precisamos encarar o jogo como se fosse um adversário qualquer, buscando o ataque e marcando sob pressão sempre. O alvinegro, mesmo com um time misto, tem vocação ofensiva e toque de bola incisivo. Se o meio campo cruzeirense souber neutralizar bem essa virtude adversária, será meio caminho andado.

Em maio, Raposa bateu Galo: 2 a 1
(Créditos: Juliana Flister/Vipcomm)

A veia passional de um clube deve ser, e é, muito mais forte na torcida, mas uma dose de brio também é recomendada aos jogadores e comissão técnica. Como profissionais, eles defendem os interesses de uma empresa e, ao verem essa empresa atacada ou exposta a certas situações como as que presenciamos durante os últimos dias, podem e, mais que isso, devem dar a resposta com trabalho. E se o trabalho for feito justamente em cima de quem a expôs, melhor ainda.

100% no Mineirão

Por mais que torcidas de lado a lado tentem esconder o nervosismo, nunca nem jamais um jogo entre esses dois times será normal. Se Cruzeiro e Atlético se enfrentarem por um torneio municipal de sinuca, ainda assim haverá torcida, corneta e zoação. Isso torna o confronto diferente. Entretanto, mesmo com toda essa atmosfera subentendida, quem estiver lá dentro de campo precisa encarar a partida com sabedoria e ajudar o time a manter os 100% de aproveitamento dentro do Mineirão.

Cruzeiro tem 100% no Mineirão
(Créditos: Juliana Flister/Vipcomm)

Marcelo Oliveira não fez charminho, e confirmou o time que vai começar o jogo. Não tenho nenhuma ressalva, até porque estamos em vias de liberar o DM completamente e, apesar dos pesares, as opções feitas pelo treinador são as melhores. Luan continua sendo o mais questionável, mas ganhou créditos depois da bela atuação na última rodada.

Clubismo a parte, acredito que, se a defesa não cometer erros infantis, o Cruzeiro tem totais condições de sair de campo com três pontos e manter o time no caminho certo. Jogadas aéreas para cima deles, na defesa e no ataque. Sem expulsões. Sem pilha. Aí é só questão de tempo.

Força, Cruzeiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário