19/12/2016


Nos tempos de Grêmio, treinador chegou a sugerir contratação ao
tricolor; compra por parte do Timão ainda tem valores em aberto

Vinícius Dias

Embora tenha encerrado o Campeonato Brasileiro com o segundo melhor ataque, com 61 gols em 38 rodadas, o Atlético pretende reforçar o setor ofensivo para a próxima temporada. Uma das alternativas em pauta é o meia-atacante Marlone. O interesse foi noticiado pelo Lance! e confirmado pelo Blog Toque Di Letra, que apurou detalhes. O nome agrada a Roger Machado, que, nos tempos de Grêmio, chegou a discutir a contratação do jogador com a cúpula do clube gaúcho.

Marlone: oito gols em 35 jogos no ano
(Créditos: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Indicado ao Prêmio Puskas pelo gol marcado ante o Cobresal, do Chile, na Copa Libertadores, Marlone teve uma temporada de altos e baixos, mas terminou como titular. A princípio, o Corinthians não planeja liberá-lo. O clube tem 50% dos direitos econômicos do jogador - parte dos valores da compra está em aberto -, enquanto o restante pertence a um grupo de investidores, que teria de ser acionado. De férias, Marlone ainda não foi contatado pelos clubes.

Palavra final ainda neste ano

O primeiro movimento de bastidores ligado ao tema aconteceu na última semana, quando o Atlético fez uma sondagem. À reportagem, uma fonte ligada a um dos empresários envolvidos na gestão da carreira do meia-atacante destacou que ainda não foram discutidos valores, o que deve acontecer nos próximos dias. Marlone tem vínculo com o Corinthians até dezembro de 2019 e, dos três lados, a intenção é de que a situação seja definida até o fim deste ano.

3 comentários:

  1. Quer saber qual é a lista do atlético: procure os ex-jogadores do Cruzeiro.

    ResponderExcluir
  2. A diferença entre Cruzeiro e Atletico nas contratações de ex jogadores é a seguinte: O Galo quando quer contrata, o Cruzeiro tenta mas não consegue trazer. Exemplo: Ronaldinho Gaúcho, Tardelli.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, a diferença é que o Atlético MG bota uma cláusula que se for pro rival, tem uma multa. Aí vem com papo de entra funcionário e sai torcedor.

      Excluir