09/12/2016


Meia-atacante, que defendeu o clube em 2014, está nos planos para
a próxima temporada; pedida do Luverdense/MT por Osman foi alta

Vinícius Dias

Vice-artilheiro, com oito gols, e um dos principais nomes do América neste ano, Osman pode não permanecer no CT Lanna Drumond para a próxima temporada. O meia-atacante, que tem os direitos econômicos ligados ao Luverdense/MT, está emprestado ao Coelho até 31 de dezembro. A cúpula alviverde trata a renovação como prioridade, mas os valores são entrave. Diante disso, alternativas já são monitoradas.


"Temos interesse na renovação, mas teremos que esperar. O América não exerceu o poder de compra por questões financeiras. É um valor acima do que o clube poderia pagar", confirma ao Blog Toque Di Letra o diretor de futebol Ricardo Drubscky. "A princípio, é um jogador que terá o tempo de contrato encerrado e voltará ao Luverdense", acrescenta. Uma alternativa estudada é tentar um novo empréstimo.

Osman: 44 jogos e oito gols no Coelho
(Créditos: Carlos Cruz/América FC/Divulgação)

Osman chegou ao América em janeiro, depois de se destacar com a camisa da equipe mato-grossense na Série B de 2015. Artilheiro na conquista do estadual, com cinco gols, o meia-atacante, de 23 anos, está entre os que mais atuaram pelo clube nesta temporada. Ao todo, disputou 44 jogos e balançou as redes oito vezes.

Promessa atleticana em pauta

Segundo apurou a reportagem, um dos nomes preferidos para reforçar o setor é o de Renan Oliveira. Nos últimos dias, a diretoria do América se movimentou para tentar a contratação do meia-atacante, de 26 anos, que defendeu o clube no segundo semestre de 2014. Formado nas divisões de base do Atlético, ele trabalhou com o técnico Enderson Moreira durante a passagem pelo Goiás.

Jogador defendeu o Náutico neste ano
(Créditos: Clube Náutico Capibaribe/Divulgação)

"Teve (contato conosco), sim. Mas acredito que seja uma operação que, neste momento, não andará", afirma Frederico Moraes, agente de Renan. Contudo, o acordo não está totalmente descartado. "Estamos conversando com o Atlético (clube com o qual o atleta tem vínculo até julho de 2017), temos de entender os planos para esses seis meses. Mais para frente, não tenho como te dizer". O América não comentou a situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário