22/06/2017


Equipe alvinegra perdeu, no máximo, 16 pontos por edição na era
Horto; neste ano, com Roger, somou apenas cinco dos 15 possíveis

Vinícius Dias

Ponte forte do Atlético no Campeonato Brasileiro de 2012, quando terminou na segunda colocação, o rendimento dentro de casa está aquém do esperado nesta edição. O empate por 2 a 2 contra o Sport, nessa quarta-feira, na Arena Independência, manteve o time alvinegro entre os quatro piores mandantes, com apenas cinco pontos somados em 15 disputados: 33,3%. No quesito aproveitamento, os comandados de Roger Machado superam apenas o Vitória, que conquistou 26,7% dos pontos em Salvador.


Os números em Belo Horizonte têm incomodado o treinador. "A expectativa para os jogos dentro de casa tem que ser alta. A normalidade é que o mandante vença pelo menos 60% dos jogos. Associada à expectativa criada em torno dos jogadores contratados, isso aumenta. Não dá para fugir da responsabilidade e atribuir nosso insucesso a outras coisas", ponderou após a partida diante do rubro-negro pernambucano. Na classificação geral, o Atlético aparece em 16º lugar, com nove pontos.

Atlético tropeçou nessa quarta-feira
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Desde 2012, quando voltou a mandar seus jogos em Belo Horizonte, o Atlético perdeu, no máximo, 16 pontos como mandante por edição. Em 2014 e 2015, o time alvinegro fez suas piores campanhas em casa: 71,9% de aproveitamento. Os melhores números foram registrados justamente na primeira temporada da era Horto: 14 vitórias e cinco empates, com 82,5% sob o comando de Cuca. Neste Campeonato Brasileiro, disputadas cinco partidas, a equipe já desperdiçou dez pontos.

Campanhas no Brasileirão - era Horto:

2012 - 14 vitórias e cinco empates - 82,5% em casa
2013 - 13 vitórias, cinco empates e uma derrota - 77,2% em casa
2014 - 12 vitórias, cinco empates e duas derrotas - 71,9% em casa
2015 - 13 vitórias, dois empates e quatro derrotas - 71,9% em casa
2016 - 13 vitórias, três empates e três derrotas - 73,7% em casa
2017 - uma vitória, dois empates e duas derrotas - 33,3% em casa

Um comentário:

  1. não há o que criticar, pois o futebol apresentado pelo time do Galo esta abaixo da crítica

    ResponderExcluir