20/03/2013


Com o melhor ataque do estadual e da Copa Libertadores,
alvinegro tem segunda melhor média de gols da temporada

Vinícius Dias

Diante do Coelho, o camisa 4 Réver fez barba, cabelo e bigode. Ou melhor, três gols: de direita, esquerda e cabeça. Há quatro semanas, foi Bernard quem fez o "hat-trick". Entre os titulares, seis já deixaram sua marca. Em nove duelos na temporada, o Atlético marcou 25 vezes. E ostenta, na companhia do rival celeste, o melhor ataque do Campeonato Mineiro, com 14 gols marcados. Quadro repetido na Copa Libertadores. Como o Olimpia/PAR, os comandados de Cuca balançaram as redes onze vezes, nas quatro partidas. Eficiência traduzida pela média de 2,77 gols por jogo. A segunda maior entre as 20 equipes que disputarão a Série A neste ano.

O clube mineiro é batido apenas pelo Náutico Capibaribe. Fora da Copa Nordeste, o Timbu, ao contrário dos principais rivais, está envolvido na disputa dos dois turnos do Campeonato Pernambucano. E em 15 jogos, marcou 43 gols. Média de 2,86. Time que mais partidas disputou nesta temporada, o São Paulo tem 35 gols anotados em 17 exibições, e uma média de 2,1. O pior índice é do Bahia. O tricolor, que entrou em campo apenas seis vezes até aqui, marcou seis gols. E tem a média de um por partida.

Réver: bem no ataque - e na defesa
(Créditos: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Mesmo em fase artilheira, Réver, que tem quatro gols na temporada e 18 com a camisa alvinegra, prefere destacar o sucesso coletivo. Em nove jogos, o clube soma oito vitórias, e apenas uma derrota. "Fico muito feliz por fazer três gols, ainda mais em um clássico. É uma sensação muito gostosa. Porém o mais importante foi que a equipe conseguiu mais uma grande vitória", afirma o capitão.

Ataque eficiente...

Artilheiro do Galo em 2013, ao lado de Diego Tardelli, o centroavante Jô comemora o sucesso nas finalizações. "Estamos aproveitando todas as chances. E a cada treino, a cada jogo, todos se esforçam para fazer o melhor pela equipe. Tudo está dando certo", diz. "É fruto de um trabalho árduo, bem feito", exalta. Com cinco tentos assinalados, o camisa 7 tem sido fundamental, e mantém a média de um gol a cada 156 minutos disputados.

Dono do melhor ataque do último Campeonato Brasileiro, com 64 gols marcados em 38 jogos, o Atlético manteve os principais nomes para o setor, e ainda ganhou três novas opções em 2013: Luan, Alecsandro e Diego Tardelli. Resultado que Cuca já observa em campo. "Está dando gosto de ver o time se dedicar, se aplicar, criar as jogadas, diminuir os espaços", diz o treinador. "Estamos evoluindo como time, como grupo, e valorizando a todos", pontua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário