31/03/2013


Em jogo de seis gols, Raposa bate o Villa Nova, por 2 a 0,
e se classifica para a semifinal; Ricardo Goulart é decisivo

Vinícius Dias

Em um jogo de seis gols e muita emoção no estádio Castor Cifuentes, o Cruzeiro bateu o Villa Nova, por 4 a 2, impôs o primeiro revés ao Leão e consolidou a liderança do Campeonato Mineiro, com 22 pontos somados. Com o resultado e embalado pela ótima fase do meia-atacante Ricardo Goulart, que deixou o banco de reservas para marcar dois gols, o clube azul estrelado garantiu, ainda na oitava rodada, sua classificação à fase final do torneio. 

Embora o placar denote a superioridade da Raposa, o volante Leandro Guerreiro, de 34 anos, destacou as dificuldades impostas pelos donos da casa. "Um jogo muito difícil, um resultado importante. Somos os únicos invictos. Mas temos que ressaltar essa vitória, que foi importante para mantermos a primeira colocação, termos vantagens nas fases decisivas", afirmou o camisa 55.

Aos 13 minutos, Borges abriu o placar em belo chute de fora da área. E aos 26', Léo ampliou após completar para as redes cruzamento feito por Dagoberto. Oito minutos depois, com o gol de Tchô, o Villa começaria a reagir. Já na segunda etapa, aos seis, Eraldo empatou. Mas Ricardo Goulart, que marcou aos 19 e aos 25 minutos, voltou a colocar a Raposa na dianteira do marcador.

No sábado, Raposa bateu o Leão
(Créditos: Cruzeiro E.C/Divulgação)

Autor do gol inicial, seu quarto no Mineiro, Borges exaltou a qualidade do elenco celeste na reação que levou à vitória. "O Villa vem fazendo uma grande campanha. Até então, estava invicto e tinha a melhor defesa do estadual. O espírito do grupo fez com que tivéssemos tranquilidade num momento difícil, para ir em busca do resultado". Com o tento assinalado neste sábado, o camisa 9 ocupa a vice-artilharia da equipe azul no estadual.

Disputa em aberto

Em razão do terceiro amarelo recebido neste sábado, diante do Villa, o avante Dagoberto será desfalque na próxima rodada, quando o Cruzeiro enfrenta o América, no Mineirão, às 16h. Apesar da boa participação de Ricardo Goulart, a disputa por posição segue em aberto. "Temos toda a semana. Vamos observar se ele (Ricardo Goulart) começa jogando, ou se entra no segundo tempo", analisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário