15/07/2017


Ex-Sport Boys, da Bolívia, jogador chegou a negociar com o Atlético
Tucumán; Cruzeiro tem a preferência e, agora, visa direitos fixados

Vinícius Dias

A palavra final sobre a situação de Ramón Ábila, artilheiro celeste nesta temporada, com 13 gols, deve ser dada na próxima semana. Com o presidente Daniel Angelici já tendo confirmado o interesse do Boca Juniors no camisa 9, a diretoria xeneize conversa com o Cruzeiro sobre o formato da transação. A tendência é de que até dois jogadores sejam cedidos à Raposa, que trata o meia Alexis Messidoro como primeira opção.

Messidoro: promessa da base xeneize
(Créditos: Boca Juniors/Departamento de Prensa)

Conforme o Blog Toque Di Letra apurou, o principal trunfo do Cruzeiro para ter o argentino é o agente Adrián Ruocco, que também representa Ramón Ábila. Messidoro, de 20 anos, defendeu no primeiro semestre o Sport Boys, da Bolívia, e chegou a encaminhar um empréstimo ao Atlético Tucumán. Neste momento, porém, a preferência do Boca Juniors e do staff é pela Raposa, que deseja recebê-lo com direitos fixados.

Tratativas entre Boca e Huracán

Na negociação, o Boca Juniors ainda assumiria a dívida de US$ 1,5 milhão, cerca de R$ 4,8 milhões, referente à compra de 50% dos direitos econômicos de Wanchope pelo Cruzeiro, em junho do ano passado. Em relação ao Huracán, o atacante Nazareno Solís pode ser envolvido, conforme a reportagem antecipou na última terça-feira. Reserva em La Bombonera, o jovem é alvo da comissão técnica do Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário