28/02/2018

Derrota para ser lembrada pelo Cruzeiro

Vinícius Dias

O Cruzeiro já havia perdido Fred quando ameaçou com Robinho após boa jogada entre Rafinha e Rafael Sóbis. Mas foi o Racing quem abriu o placar no estádio El Cilindro. O time comandado por Mano Menezes chegou ao empate com Arrascaeta, teve a chance de virar. Mas os donos da casa foram para o vestiário em vantagem. Rafinha tinha o gol aberto para empatar, mas carimbou a trave. Diferentemente de La Academia: de novo, com o ótimo Lautaro Martínez. Quando Robinho descontou em bela cobrança de falta, a Raposa crescia, tentava o terceiro. Mas sofreu o quarto.


Derrota por 4 a 2 para a bem armada equipe de Coudet, em noite para ser lembrada. Primeiro, pelos erros que não podem ser repetidos na bola parada, aérea - lacuna apontada há dez dias, quando o time ainda havia sido vazado apenas uma vez - e nas conclusões. Mas também pela postura, mesmo com cinco titulares fora de campo na maior parte do tempo. À exceção do pós-4 a 2, aos 31' da etapa final, os mineiros jamais estiveram fora do jogo. Sete finalizações certas contra oito dos argentinos, mais passes trocados e maior eficiência nos desarmes, de acordo com o Footstats.

Rafinha perdeu chance clara na estreia
(Créditos: Bruno Haddad/Cruzeiro)

No duelo mais difícil do trimestre, o revés, mesmo com bom futebol com a bola no chão, indica observações mais seguras do que as do estadual em que o Cruzeiro até então sobra. Rafael Sóbis se movimentou, mas o time preparado para, em alguns momentos, ter a profundidade e o pivô de Fred como recursos claramente sentiu a saída prematura - e as chances perdidas com 1 a 1 no placar. Henrique e Ariel Cabral, dupla de passe refinado, estiveram em rotação abaixo da partida. Ao lado de Manoel, Murilo nem de longe repetiu as atuações seguras na companhia de Léo.

No jogo eletrizante, faltou ao Cruzeiro a eficiência do Racing.
Derrota para ser lembrada por apontar caminhos para Mano.

3 comentários:

  1. O Mano é teimoso, auto-suficiente, em nada esta derrota vai lhe apontar caminho algum. Por convencimento jamais vai substituir o meio de campo e jamais vai deixar de escalar Manoel, Léo e Sóbis.

    Desde o início a maioria dos torcedores do Cruzeiro vem pedindo Romero no lugar do Henrique e o Mano nunca se interessou por isto. Exigiu a contratação do Bruno Silva e não o põe pra jogar. Não sequencia de jogo ao Lucas Silva que é muito melhor que o Cabral. Não deu ritmo de jogo ao Rafael e por isto ele falhou em 2 dos gols adversário. Não testa Nonoca, Raniel e Judvan, tornando-os inúteis. O único e grande culpado da vergonhosa derrota de ontem são: Mano Menezes, porque não sabe escalar os melhores e substitui muito mal e o Sr. Itair Machado, que se omite no Departamento de Futebol, deixando o Mano perpetuar com a discriminação de vários atletas, patrimônio imaterial do clube.

    Se vc Vinicius puder retransmitir este comentário ao Itair, ficarei imensamente grato ao seu Blog, ou ele é somente um meio de você expor seus comentários e curti-los consigo mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Bruno silva jogou 1 ano muito na mesma função do Robinho, Lucas silva é melhor que Cabral em beleza ne? Toda chance que ele teve com Mano, desperdiçou. Manoel só jogou pela punição do Léo, Mano fez tudo certo no jogo, por detalhes perdemos. Se tivesse ganhado, o comentário séria outro. Única opção diferente talvez seria a entrada do Raniel no lugar do Sobis, mas para um jogo desse tamanho era arriscar demais.

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente. Esta derrota é mais uma na conta do senhor Mano M. Como deixar o tal do Henrique em Campo. Todos pedem o Romero e o Lucas Silva. Ele insiste em Henrique e Arial. E o Bruno Silva. Para que investir em 5 milhões? para não jogar?

    Vou mais alem. Se o Vasco conseguir um empate no Mineirão, não passaremos da primeira fase.

    Tudo isto por conta do SR MANO. Oh Itair acorda. Alias, esta diretoria vai dar com o burro n'aguas. Sabe o porque. Quanto é vai custar o FRED, o BRUNO SILVA, o Edilson. Põe na conta 100 milhões em tres anos de contrato. É muita incompetência.

    Quem deveria está treinando o CRUZEIRO, era o Adilson Batista. Levou o Cruzeiro ao Vice campeonato da Libertadores com um time vergonho. Só tinha o tal do CLEBER BRIGENTO.

    Florencio de Cuiabá MT.

    ResponderExcluir