08/01/2015


Com contrato até abril, jogador planeja renovar até o final
de 2015, sonha com Libertadores e Mundial e elogia Damião

Vinícius Dias

Tinga entrou em campo apenas 13 vezes na última temporada, mas nem por isso deixou de ser protagonista. Um dos pilares do elenco, o volante foi peça-chave nos bastidores do tetracampeonato celeste. Neste ano, porém, ele pretende voltar a fazer sucesso em campo. A menos de quatro meses do fim do contrato com o Cruzeiro, e depois de ter se dedicado a uma pré-temporada particular durante as férias no Rio Grande do Sul, o jogador, de 36 anos, falou com o Blog Toque Di Letra sobre as expectativas para a temporada que se inicia.


Quando o assunto são os títulos, Tinga é insaciável. Antes mesmo de a bola rolar na pré-temporada na Toca da Raposa II, o volante, ídolo de Grêmio e Internacional e adorado na Alemanha, já faz planos. "Tenho contrato até abril. Sonho em jogar até o final do ano e encerrar minha carreira com as conquistas da Libertadores e do Mundial", disse. Depois de passar por uma cirurgia na perna direita em agosto último, ele tem vivido etapa a etapa. "Mais uma agora, de voltar aos treinos", comentou.

Bi brasileiro, Tinga sonha com Mundial
(Créditos: Washington Alves/Vipcomm)

Os sonhos de Tinga estão lado a lado com as projeções dos torcedores cruzeirenses. Nem tinha como ser diferente. "Se outras equipes que não conseguiram títulos de expressão na última temporada pensam em brigar na ponta, imagine o Cruzeiro, que conquistou dois títulos, o estadual e o Brasileiro", observou. "Por isso, a gente tem o direito de sonhar alto, com uma Libertadores", completou.

Leandro Damião: aprovado

Pelo ex-clube, o Internacional, o meio-campista foi bicampeão do torneio sul-americano. Por sinal, em 2010, ano do segundo título, foi companheiro de Leandro Damião na equipe comandada pelo técnico Celso Roth. No que depender da aprovação de Tinga, o principal reforço estrelado para 2015 terá um ano de sucesso em Belo Horizonte. "Um jogador importante, que vai acrescentar. Tem muito potencial, chegou à seleção, cogitado em várias situações para times europeus", analisou.

Tinga tem contrato até o mês de abril
(Créditos: Washington Alves/Vipcomm)

A manutenção da base do time duas vezes campeão brasileiro é, na visão de Tinga, um dos pontos positivos do planejamento da Raposa para a temporada que se inicia. "A gente esperava que todos pudessem ficar, mas sabemos que o futebol é assim mesmo. Uns vão, outros vêm. Mas o mais importante é que o Cruzeiro tem uma base", disse. Até o momento, nove dos 11 atletas que encerraram o ano passado como titulares seguem no elenco celeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário