22/01/2015


Ranking é liderado por Telê Santana e Procópio Cardozo; em
quatro passagens, Levir igualou marca do lendário Barbatana

Vinícius Dias

A vitória por 4 a 2 no amistoso diante do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, ontem, na Arena Independência, teve sabor especial para o técnico Levir Culpi. Em sua quarta passagem pelo clube alvinegro, o treinador atingiu a marca de 227 partidas à frente do Atlético. Desta forma, Culpi divide com Barbatana, que comandou o Galo por cinco vezes, entre 1966 e 1991, a terceira colocação no ranking de treinadores atleticanos. A liderança segue com o itabiritense Telê Santana.


No dia 1º de fevereiro, data da estreia alvinegra no Campeonato Mineiro, contra o Tupi, no Independência, o atual técnico chegará a 228 partidas, superando Barbatana. O segundo da lista é Procópio Cardozo. Tricampeão mineiro pelo clube em 1978, 1979 e 1980 e campeão da Copa Conmebol, em 1992, o mineiro de Salinas comandou o Atlético em 328 duelos. Telê Santana, que esteve à frente do time campeão brasileiro no ano de 1971, aparece em primeiro, com 434 jogos.

Levir: história com a camisa do Atlético
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

A história de Levir no Atlético teve seus primeiros capítulos entre 1994, quando chegou às semifinais do Brasileiro, e 1995, quando conquistou seu primeiro mineiro. Até a primeira volta, em 2001, se passaram seis anos. Mais uma vez semifinalista do nacional naquela temporada, Culpi deixou o clube no ano seguinte sem conquistar novos títulos. A terceira passagem, iniciada em 2006, foi bem diferente. Para ele e, claro, para o Atlético. Ali surgia o ídolo alvinegro.

'Levir, não vá embora, não'

O Atlético, que ocupava a 14ª colocação na Série B, chegou ao título após ser remontado por Levir. E, de quebra, goleou o rival Cruzeiro na final do Mineiro de 2007. Das arquibancadas, um pedido: "Levir, não vá embora, não". Ele se foi. Acertou com o Cerezo Osaka, do Japão, onde ficou até o retorno, em abril do ano passado. Ao longo de quatro passagens, foram 122 vitórias, 49 empates e 56 derrotas.

Técnicos com mais partidas:

1º) Telê Santana - 434 jogos - 1970/1988
2º) Procópio Cardozo - 328 jogos - 1979/2005
3º) Barbatana - 227 jogos - 1966/1991
4º) Levir Culpi - 227 jogos - 1994/presente
5º) Ricardo Diez - 171 jogos - 1950/1960
6º) Yustrich - 159 jogos - 1951/1969
7º) Cuca - 153 jogos - 2011/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário