26/09/2016


Time estrelado fará três jogos no Gigante da Pampulha entre os
dias 1º e 16; Cruzeiro quer se livrar do rótulo de pior mandante

Vinícius Dias

Faltando 11 rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro voltou a figurar entre os quatro últimos colocados devido à derrota para o Flamengo, nesse domingo, em Cariacica, por 2 a 1. Cada vez mais perto, outubro terá peso decisivo na definição dos rumos celestes na competição nacional: dos 33 pontos restantes, 18 serão disputados no mês. Para deixar a zona de rebaixamento, no entanto, a equipe comandada pelo técnico Mano Menezes terá de se reinventar.

Raposa perdeu em casa para o Botafogo
(Créditos: Yuri Edmundo/Light Press/Cruzeiro)

Até aqui, nas 13 partidas realizadas em casa, o Cruzeiro alcançou apenas 14 pontos: com 35,9% de aproveitamento, é o pior mandante da Série A. Além disso, em seus domínios, tem o quarto ataque menos efetivo - são 17 gols marcados, superando apenas América, Santa Cruz e Internacional - e a defesa mais vazada, ao lado do Sport - ambos sofreram 20 gols. Visando melhorar esses números e encaminhar a permanência na elite, o time celeste fará três jogos em Belo Horizonte entre 1º e 16 de outubro.

Duelos decisivos no Mineirão

A sequência de partidas do mês terá início diante do Grêmio, no próximo sábado, no Mineirão. Uma semana depois, a Raposa receberá a Ponte Preta, em confronto válido pela 29ª rodada. No dia 13, o adversário será o líder Palmeiras, em duelo que acontecerá no Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara. Passados três dias, o Cruzeiro voltará ao Gigante da Pampulha para enfrentar a Chapecoense. Os dois últimos adversários de outubro serão Vitória, no Barradão, e Atlético/PR, na Arena da Baixada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário