06/04/2018

Cruzeiro adia votação das contas de 2017

Vinícius Dias

Inicialmente agendada para 16 de abril, a reunião do Conselho Deliberativo do Cruzeiro para votar as contas de 2017 foi adiada para o dia 25. A informação foi confirmada ao Blog Toque Di Letra pelo vice-presidente do Conselho, José Dalai Rocha. Neste momento, o balanço financeiro está sendo examinado pelo Conselho Fiscal do triênio 2015/2017, que emitirá parecer sobre os números do último ano da era Gilvan de Pinho Tavares.


Conforme apurou a reportagem, o objetivo da mudança de data é ampliar o prazo para análise dos documentos, aos quais os conselheiros do triênio 2018/2020 ainda não tiveram acesso. De acordo com o estatuto, a reunião deve ocorrer anualmente, no mês de abril. "Foi uma decisão conjunta do presidente do Cruzeiro, Wagner Pires, do presidente do Conselho Deliberativo, Zezé Perrella, e da mesa diretora", destacou Dalai.

Balanço de 2017 será analisado neste mês
(Créditos: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

A reunião ordinária de 25 de abril será a primeira comandada por Zezé Perrella desde o retorno à cena política celeste. O senador tomou posse na segunda quinzena de dezembro, sucedendo seu aliado João Carlos Gontijo de Amorim na presidência do Conselho. A mesa diretora é completada por José Dalai Rocha, com Paulo Roberto Sifuentes Costa como primeiro secretário e Waldeyr Estevão de Paula Júnior como segundo.

Expectativa negativa no Conselho

Nos bastidores, a expectativa é de que o balanço revele números aquém dos orçados. A projeção era de superávit de R$ 28,7 milhões, tendo os repasses referentes a direitos econômicos e federativos de atletas por cessões, vendas e empréstimos como principal fonte: R$ 125 milhões. Com os destaques do elenco mantidos, no entanto, o Cruzeiro fechou 2017 sem grandes vendas. Desde 2011, o clube tem registrado déficit.

Nenhum comentário:

Postar um comentário