18/05/2018

Alô, Atlético! O clássico é primeira divisão, tá?

Alisson Millo*

Você sabe a semelhança entre Barcelona, Juventus, Bayern, Manchester City e PSG? Todos foram campeões de seus países e conquistaram ou estão para disputar a decisão de uma copa nacional. Não querendo comparar o elenco do Atlético com esses, até porque nossos investimentos - e os dos adversários, diga-se - estão longe desse patamar, mas a mentalidade desses clubes é o que chama a atenção. Enquanto por lá a proposta é ser campeão de tudo quanto seja possível, aqui o desejo é um pouco diferente.


Após as eliminações, Nepomuceno dizia que o próximo título era 'obrigação'. Ouvia e me incomodava com essa palavra. Obrigação é lutar sempre. Neste ano, e possivelmente nos próximos de Sette Câmara, o Brasileirão é tratado com outro termo igualmente incômodo: obsessão. Claro, desde 1971 não ganhamos, batemos na trave várias vezes e isso magoa o atleticano, mas será que essa conquista é tão suprema a ponto de fechar os olhos para as demais? É justa a pressão sobre um elenco que, apesar de ter algumas ótimas peças, foi montado mais para corte de gastos do que conquistas? Certamente, prefiro apoiar jogo a jogo a adotar palavra de ordem.

Sábado é dia de o rival cair no Horto
(Créditos: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Agora, antes que seja colocada em prática a cartilha de xingamentos e bloqueio em redes sociais, vamos falar do que gostam de escutar: Campeonato Brasileiro. Estamos em terceiro, o G4 é realidade, e a liderança só não veio por critérios de desempate. Neste sábado, temos o Cruzeiro e contamos com o poder levanta-defunto de um clássico. Não que o Atlético seja defunto, mas, após duas decepções, um triunfo será bem-vindo. Uma boa sequência até a Copa é fundamental, e o emprego de Larghi está em jogo, já que o presidente espera a pausa no calendário para tomar uma decisão sobre o futuro do ainda treinador interino. Vá entender.

Manual para jog... ganhar o clássico

O clichê de clássico diz que não se joga, se ganha! Então, sábado é sangue no olho, pé na porta e, se for preciso fazer dois gols para valer um, é ir lá e fazer três. Que Otero fique longe de Edilson e faça treinos intensivos com Éder para voltar a ser a ameaça na bola parada que todo o Brasil vende, mas a gente sabe que é um pouco menos. Que Luan volte a ser notícia pela bola, não pelo contrato. Que a defesa dê menos sustos, o ataque fure retrancas, nossos vovôs-garotos tragam experiência, os jovens mostrem fome de vitória para se provarem em clube grande. E que o presidente fique longe dos microfones. Porque agora é primeira divisão. Ou ainda não?

*Jornalista. Corneteiro confesso e atleticano desde 1994.
Goleiro titular e atual capitão da seção Fala, Atleticano!

8 comentários:

  1. BOA TARDE, QUERIA DEIXAR ALGUNS PONTIS AQUI PRA SER ANALISADOS TALVEZ UNS EU ACERTE OUTRO POSSA ESTA ERRADO. VAMOS LÁ.
    1° ESSAS DIRETORIAS DO ATLETICO JA DESDE QUE INAUGUROU O INDEPA VEM APEQUENANDO A TORCIDA DO GALO. QUEM VIU GRANDES CLASSICOS NO MINEIRÃO DE GALO DE REINALDO E RAPOZINHA DE JOAOZINHO TRAVOLTA OU GALO E FLAMENGUINHO DE EDER BOMBA E RAUL. VER O ATLETICO QUE ERA SEMPRE O TIME DE MAIOR PUBLICO NOS CAMPEONATOS BRASILEIRO AGORA PONDO 16 MIL COMPARADO AOS 55 A 65 MIL PAGANTES É DE CORTA O CORAÇÃO . ESSAS DIRETORIAS DE NEPUNUCENO E SERGIO SETE ESSES PARECEM QUE FORAM MENINO CRIADO COM A AVÓ E NUNCA FORAM NO MINEIRAO NOS TEMPOS DE MENINO NAO SABEM COMO ERA GOSTOSO VER A MASSA.
    2° DIRETORIAS MEDIUCRES E MENTIROSAS QUE MAIS UMA PROVA DE AMADORISMO AO INVES DE ENGRANDECER O FUTIBOL MINEIRO VEM APEQUENANDO DINOVO. ISSO AGORA DOS DOIS LADOS GALO E RAPOZINHA . COPA DO BRASIL NAO DEIXARAM SER MEIO A MEIO NA DECISÃO , CAMPEONATO BRASILEIRO PROMETERAM PRA TORCIDA QUE IA SER OS DOIS JOGOS NO MINEIRAO E MEIO A MEIO. DINOVO MENTIRAM E POR
    3° ESSAS CONTRATAÇOES LIXOS DESSE FILHO CRIADO COM AVÓ DO SETE CAMERA ( FELIPE SANTANA, FLAVUO CONCEIÇAO, EDUARDO, ROGER BERNARDES, ERAZO. E MAIS UM MONTE DE LIXO. OS QUE NOS DEIXAMOS IR VEJA QUE PASSOU
    FERNANDINHO - CAMPEÃO PELO GREMIO LIBERTADORES
    REVER- LEVOU FLAMENGO LIBERTADORES
    JÓ CAMPEAOE ARTILHEIRO COM CORINTIANS
    DATALO. 10X MELHOR QUE ELIAS E ROGER BERNARD.
    ACORDA SR. SETE SAI DA MAMADEIRA DA VOVÓ.

    ResponderExcluir
  2. Será que o 6+1 Camara vai autorizar?

    ResponderExcluir
  3. O atlético sempre foi um time sem raça ,preguiçoso ,nunca vai ganhar nada se não mudar essa postura.

    ResponderExcluir
  4. Concordo Alisson! Vamos lutar e se Deus quiser voltaremos a ser protagonistas no futebol brasileiro. Rumo à Libertadores'19! Fora Diretoria! Galão amor eterno!

    ResponderExcluir
  5. O Brasil carece de gestores competentes. Em todos os segmentos da administração pública e privada, o que se vê são aberrações em série. No Galo isso é rotineiro. Até quando?

    ResponderExcluir
  6. A diretoria montada pelo atletico pra os proximos anos e de dar medo no torcedor. unprofessional vamos dizer assim. Ta dificil no Brazil encontrar nao so um bom tecnico de futebol com as caracteriscas de TELE SANTANA. A outra peca e um diretor de futebol como Eduardo Maluf, este vai ficar na Historia do nosso clube. Se alguem tiver um nome ai,compartilhe conosco.
    Um forte abraco pra todos e o remedio e continuar acreditanto.
    Ronny (USA)

    ResponderExcluir
  7. É tudo muito simples, esta diretoria complica. O que precisamos é de uma liderança que consiga motivar os atletas, a comissão técnica e a torcida. Este presidente, infelizmente, precisa passar por uma reciclagem com um coachee de RH para entender o que é ser líder vencedor.

    ResponderExcluir