01/06/2018

Cruzeiro inicia mês decisivo por Lucas Silva

Vinícius Dias

Uma das prioridades do Cruzeiro na janela de transferências, Lucas Silva deve ter o futuro definido neste mês. Com contrato até o dia 30, o volante tem presença garantida em apenas mais quatro jogos do time comandado por Mano Menezes. Os primeiros contatos entre a diretoria celeste e o Real Madrid, que detém os direitos econômicos do camisa 16, aconteceram na Espanha, antes da decisão da Liga dos Campeões. A Raposa tenta um novo empréstimo pelo menos até o fim deste ano.

Lucas Silva vive grande fase na Toca
(Créditos: Vinnicius Silva/Cruzeiro E.C.)

Nos bastidores, no entanto, os espanhóis priorizam o mercado europeu, o que impediu que a expectativa do Cruzeiro de retornar ao Brasil com a renovação se confirmasse. O principal aliado celeste é justamente Lucas Silva. Aos 25 anos, o volante sonha em entrar no radar da seleção pós-Copa do Mundo. E a avaliação é de que, em alta na Toca da Raposa II, disputando a Libertadores e prêmios individuais, as chances são maiores do que recomeçando do zero em um clube de médio porte do Velho Continente.

Salários divididos e frequência

No contrato atual, conforme o Blog Toque Di Letra revelou em maio, o Real Madrid paga 90% dos salários. Em uma nova cessão, inicialmente, o clube exige que o interessado banque pelo menos 50%. Outro ponto a ser pautado pelos merengues é a frequência em campo. Em 2017, o Cruzeiro recusou uma cláusula que aumentaria os custos caso Lucas Silva não atingisse um percentual de jogos. Até aqui, o camisa 16 foi acionado em 52 das 105 partidas possíveis, sendo titular em apenas 34.

2 comentários:

  1. LS16 está próximo de reencontrar seu grande futebol! O Cruzeiro tem que fazer de tudo para segura-lo!!!
    Ele também tem que bater o pé, ou vai pra um grande da Europa (o que parece difícil) ou fica no Cruzeiro, que futebol ele vai conseguir mostrar em Celta de Vigo??? ainda fosse Benfica ou Porto eu ficava quieto!
    E esse contratos que exigem o clube pagar mais se o jogador atuar , nada haver!
    Romero e LS16 ficam atrás na disputa por titularidade por isso, caso joguem, o time tem que pagar!Ou contrata, ou larga disso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No caso do Lucas, como o texto ressalta, o Cruzeiro recusou a cláusula que atrelaria os custos ao número de jogos. De qualquer a forma, a proposta era exatamente oposta à que você critica.

      Quanto mais jogasse - ou seja, atingindo o percentual -, menos o clube pagaria. Seja com o Cruzeiro ou com outro interessado, o Real Madrid voltará a pautar este ponto em um novo empréstimo.

      Excluir