29/01/2018

Tombense aprova Ipatingão diante do Cruzeiro

Vinícius Dias

Se em campo os comandados de Ramon Menezes foram derrotados por 2 a 1 pelo Cruzeiro, nos bastidores a partida de sábado terminou com balanço positivo para o Tombense. Com 14.751 torcedores, a renda líquida bateu recorde no estadual: mais de R$ 612 mil. A título de comparação, o estádio Antônio Guimarães de Almeida, onde o Gavião Carcará exerce seu mando em Tombos, tem capacidade para cerca de três mil.

Ipatingão: quase 15 mil no último sábado
(Créditos: Sérgio Roberto Oliveira/Light Press/Cruzeiro)

"A gente tentou trazer para Ipatinga e ter o maior público possível. Foi satisfatório. Acredito que valeu a pena para todo mundo e para a região, que suportou bem o jogo", destaca ao Blog Toque Di Letra o presidente do Tombense, Lane Gaviolle. Antes do duelo, a título de contrapartida, o clube ainda fez uma série de ajustes nas partes frontal e interna do estádio. "Saiu tudo dentro do combinado (com a Prefeitura)", frisa.

Partida com o Coelho em pauta

Com o mando de campo no Vale do Aço aprovado, o Tombense ainda avalia a possibilidade de receber o América, pela 8ª rodada, no estádio. "Dependendo de como a gente estará na tabela. Precisamos ver os jogos, a logística (a distância é superior a 250 quilômetros)", pontua Lane. O duelo está marcado para 23 de fevereiro. Conforme o regulamento, alterações de local devem ser solicitadas com pelo menos dez dias de antecedência.

Um comentário:

  1. Sou Cruzeiro e gosto de ver nossos times do interior sendo beneficiados.Contra o América eu creio que é melhor o Tombense jogar em casa,espero que eu esteja errado, mas acho que o América tem pouca torcida na região do Vale do Aço.

    ResponderExcluir