26/03/2018

Dirigentes sinalizam volta de torcida dividida

Vinícius Dias

Pelo menos no que depender das declarações do presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, e do vice de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, os clássicos com 90% da carga de ingressos para o mandante e 10% para o visitante estão com os dias contados em Belo Horizonte. Para os confrontos da decisão do Campeonato Mineiro, nos dois próximos domingos, no entanto, a volta do formato meio a meio está descartada.


"O Cruzeiro aceita já colocar na ata da reunião que, a partir dos próximos campeonatos, todos os jogos serão com torcida dividida. Para este, não, porque não podemos mudar a regra do jogo no fim", antecipou Itair ao Blog Toque Di Letra nesta segunda-feira. Garantindo que a intenção é encerrar a polêmica, o dirigente revelou que o clube não vetaria o estádio do Horto no acordo, com uma ressalva: "Se a PM garantir segurança".

Reabertura do Mineirão: torcida dividida
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Nesse domingo, em meio a críticas ao público de menos de sete mil torcedores no clássico que teve o América como mandante na Arena Independência, Sette Câmara já havia se posicionado de forma favorável. "Fiz de tudo para poder trazer o torcedor para campo. Inclusive, sou a favor de jogos entre Atlético e Cruzeiro com torcida dividida, sem problema nenhum. Acho que é questão de trabalhar a segurança", frisou.

Torcida única ou 90/10 virou regra

Desde 2013, temporada em que o Mineirão foi reinaugurado, apenas dois dérbis entre Raposa e Galo foram disputados com torcida meio a meio. O primeiro foi justamente o que marcou a reabertura do estádio: vitória do Cruzeiro por 2 a 1, no Campeonato Mineiro. O mais recente aconteceu no ano passado, na Copa da Primeira Liga. Novamente, o time celeste levou a melhor: 1 a 0, com gol do uruguaio Arrascaeta.

10 comentários:

  1. Itair Machado para de esculhambação.Se fizer a mistureba, eu e centenas socios rasgamos nosso cartão.Nois é nois,eles é eles-Vamos como sempre fazer nossa gde festa entre nós,tranquilos s/mistureba.

    ResponderExcluir
  2. Tem que ser meio a meio mesmo sempre foi assim

    ResponderExcluir
  3. É mentira, so pode ser mentira, se fizer isto é uma traição a china azul, Eu corto o meu socio torcedor na hora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso só vai valer em 2019 e 2020 pois em 2021 o Atlético já terá seu próprio estádio e jogará onde quiser Arena MRV ou Mineirão

      Excluir
  4. Nada de divisao. O MINEIRAO e' do CRUZEIRO. Nada de dividir estadio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Eu vivo cheio de vaidades...putz!" " O Marião, é nosso!!!KKKKKKKK Mesmo depois de erguida o terreiro do Galo, jogamos no Mineirão, quando quisermos, MARIA. Se o seu entendimento limitado não sabe: O Mineirão é do Estado de Minas Gerais. Se quiser levar o meu time de pelada pra jogar lá é só pagar o aluguel e agendar a data. Falando nisso, já pagaram o aluguel, atrasado desde 2013? É muito vaidade.... Kkkkkkkkkkkkkkkkk!

      Excluir
  5. Nada de meio a meio, eles escolheram o Horto, problema deles. Aqui na Toca 3 quem manda é o cabuloso! Se misturar deic-o de ser sócio tbm.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o C*buloso, não manda nem na sua casa, porque o marido não deixa. Para de ser vaidosa, MARIA!!!

      Excluir
  6. Com Patlético não há acordo. Veja o caso do Fred. É assim que está é assim que vai ficar. Eles no cercadinho e nós no Mineirão. Aliás, em tudo que for desejo do Patlético o Cruzeiro tem que ser contra. Sempre!

    ResponderExcluir