13/03/2018

La Volpe, ex-México, oferecido ao Atlético

Vinícius Dias

Comandante da seleção do México na Copa do Mundo de 2006, o argentino Ricardo La Volpe, de 66 anos, foi oferecido ao Atlético após a demissão de Oswaldo de Oliveira. A apresentação do nome, conforme o Blog Toque Di Letra apurou, aconteceu na segunda quinzena de fevereiro. À época, Cuca, o preferido nos bastidores, já havia descartado a possibilidade de reassumir o comando do alvinegro antes da Copa do Mundo.

La Volpe deixou o América em maio
(Créditos: Club América/Twitter/Divulgação)

O responsável foi um agente brasileiro com bom trânsito no clube. Ainda assim, o Atlético sequer abriu negociações, sinalizando que a contratação de um estrangeiro estava fora dos planos. Neste momento, a diretoria freou a busca por um novo comandante e tem elogiado o trabalho de Thiago Larghi. O ex-auxiliar de Oswaldo, no entanto, segue como interino e fez seu oitavo jogo nesse domingo, com 66,7% de aproveitamento.

Ex-goleiro e elogios de Guardiola

Terceiro goleiro da Argentina campeã mundial em 1978, La Volpe iniciou a trajetória como treinador quatro anos depois. Radicado no México, El Bigotón está sem clube desde maio, quando deixou o América. Com passagens por Boca Juniors e Velez Sarsfield, viveu o auge à frente da seleção mexicana, entre 2002 e 2006. O trabalho, exaltado por Guardiola, rendeu o título da Copa Ouro de 2003, superando o Brasil na final.

Um comentário:

  1. Já disseram algumas vezes que não querem treinador estrangeiro.

    ResponderExcluir